top of page
  • Foto do escritorARCO

Entender sexualidade é algo libertador e individual, diz Reynaldo Gianecchini

Prestes a estrear peça “A Herança”, ator afirma, à CNN Rádio, que autoconhecimento e maturidade ajudam neste processo



Reynaldo Giannechini e Bruno Fagundes estrelam a peça "A Herança"Divulgação/Hudson Rennan


O ator Reynaldo Gianecchini acredita que falar abertamente – e entender – a sexualidade é um processo que passa por autoconhecimento e maturidade.

Ele estreia a peça “A Herança”, em São Paulo, nesta quinta-feira (9), e traz a discussão sobre amor e pertencimento da comunidade LGBTQIA+.


“Sempre quis conhecer meus aspectos, saber quem eu sou, a vida passa tão rápido, por que vou ficar vivendo sem olhar para tanta coisa minha de verdade?”, explicou, à CNN Rádio, no CNN No Plural.

Gianecchini afirma que chega um momento em que se diz basta e “quero ser quem eu sou, sem negociação.”

Ele reforça, porém, que cada um tem seu tempo, e é um processo que exige coragem: “Exige que a gente se comprometa, não se pode demandar que a pessoa saia do armário, é um processo individual e depende de cada um.”

O ator acredita que a peça serviu para “abrir a sua cabeça”: “Tenho olhado de forma aberta minha sexualidade, nunca frequentei muito baladas gays, bares, ficava distante apesar de circular bem entre tudo na vida.”

“Abri meu olhar para tentar entender quem são as pessoas da comunidade, por que precisaram se reunir e por que é importante olhar e entender, sem julgamentos.”

Comments


bottom of page