top of page
  • Foto do escritorARCO

Lira condena atitude de Nikolas Ferreira e diz que plenário da Câmara não é palco para exibicionismo

O deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG) vestiu uma peruca durante discurso, disse que se sentia uma mulher transsexual e, por isso, teria "lugar de fala" no Dia Internacional das Mulheres; a deputada Tabata Amaral pedirá a cassação de seu mandato



Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, durante evento no Palácio da Alvorada, em Brasília06/10/2022 REUTERS/Adriano Machado


O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), publicou em suas redes sociais uma “reprimenda pública” contra a atitude do deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG) nesta quarta-feira (8).

Nikolas vestiu uma peruca durante discurso na tribuna da Câmara dos Deputados, falou que se sentia uma mulher transsexual e, por isso, teria “lugar de fala” no Dia Internacional das Mulheres.


“O Plenário da Câmara dos Deputados não é palco para exibicionismo e muito menos discursos preconceituosos. Não admitirei o desrespeito contra ninguém. O deputado Nikolas Ferreira merece minha reprimenda pública por sua atitude no dia de hoje”, diz a publicação de Lira.


Ele também declarou sua solidariedade a todos e todas que se sentiram ofendidos com a atitude do deputado.

A CNN procurou o deputado Nikolas Ferreira e aguarda retorno.


Discurso contra mulheres trans


“Hoje, o Dia internacional das mulheres, a esquerda disse que eu não poderia falar, pois eu não estava no meu local de fala. Então, eu solucionei esse problema aqui. Hoje eu me sinto mulher. Deputada Nikole”, disse Nikolas enquanto colocava uma peruca amarela durante seu discurso na tribuna da Câmara.


Ele prosseguiu falando que as mulheres estariam “perdendo seu espaço para homens que se sentem mulheres”. E que “eles estão querendo colocar uma imposição de uma realidade que não é a realidade”.

コメント


bottom of page